Conselheiro do CNMP quer apuração sobre tuíte de procuradora

O conselheiro do CNMP Luiz Fernando Bandeira de Melo acaba de encaminhar ao corregedor nacional do MP, Orlando Rochadel, pedido de análise da postagem feita pela procuradora Monique Cheker.

Mais cedo, ela tuitou o seguinte: “Não há limite. Vamos pensar: os caras são vitalícios, nunca serão responsabilizados via STF ou via Congresso e ganharão todos os meses o mesmo subsídio. Sem contar o que ganham por fora com os companheiros que beneficiam. Para quê ter vergonha na cara?”

Para Bandeira de Melo, ex-secretário do Senado na gestão Renan Calheiros, o CNMP tem obrigação de apurar “eventual infração disciplinar”.

Comentários

  • lulatemeraécio -

    Deixem a Monique Cheker falar e trabalhar, nojentos.

  • Jucineia -

    Querem colocar uma mordaça nos membros do MP e do Judiciário. A liberdade de expressão prevista na Constituição Federal está sendo ignorada pelos altos escalões da política.

  • Cacevo -

    Que tal todos os procuradores sérios começarem a tuitar também, como forma de protesto?

Ler 167 comentários