ACESSE

Conselheiro cobra sorteio em denúncia contra Moro na Comissão de Ética

Telegram

O conselheiro Erick Vidigal pediu nesta segunda, 4, que a denúncia feita contra Sergio Moro por suposta troca de favores dentro do governo seja redistribuída por sorteio na Comissão de Ética da Presidência.

Na última sexta (1º), Vidigal enviou uma carta aos demais conselheiros do órgão  acusando seu presidente interino, Paulo Lucon –que está com o processo contra Moro–, de favorecer o governo Jair Bolsonaro em troca de sua reeleição.

Leia AQUI a reportagem de Fabio Leite na Crusoé.

Comentários

  • Carmen -

    Putz....tem isso também? Aparelhar o até os dentes einh Bozo?

  • Wanderlei -

    A cada dia que passa fica mais claro que só mudou a mosca mas a sujeira continua a mesma. Esperar 2022 para trocar, se a paciência aguentar.

  • CarmenRegina -

    comissão de ética entre políticos só se for de 10%.

Ler 15 comentários