Conselheiros cobram investigação

Após as declarações de Rodrigo Janot sobre o encerramento da delação da OAS, os conselheiros do Ministério Público exigiram do procurador-geral a abertura de investigação sobre “o falso vazamento”.

“O senhor está dizendo que não existe nada daquilo?”, perguntou um dos conselheiros.

“Sim. E reafirmo. Esse fato é inexistente”, respondeu Janot.