ACESSE

Conselho da Câmara arquiva cassação de Nelson Meurer

Telegram

O Conselho de Ética da Câmara aprovou hoje, por 8 votos a 4, parecer pelo arquivamento de duas representações que pediam a cassação do mandato de Nelson Meurer, registra o G1.

Deputado pelo PP-PR, Meurer foi o primeiro parlamentar condenado pelo STF em um processo ligado à Lava Jato. Acusado de se beneficiar da corrupção na Petrobras, pegou mais de 13 anos, em regime fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O relator no Conselho de Ética, Mauro Lopes, alegou que as representações da Rede e do PSOL que pediam a cassação não deveriam ser consideradas porque os “atos indecorosos” foram, “em tese”, praticados por Meurer antes do início do atual mandato.

Lopes afirmou ainda que o pedido de arquivamento era uma “cautela”, já que os recursos de Meurer no processo não foram completamente esgotados.

Você tem 1 semana para conhecer a estratégia de um político para retomar o poder em Brasília. Leia aqui

Comentários

  • Alexandre -

    safado protegendo safado.

  • celso -

    São essas coisas que precisam acabar, definitivamente. Crimes só prescrevem na forma da Lei. A falta de vergonha que o corporativismo legislativo pratica torna-os indígnos da confiança dos brasile

  • Aarao -

    Não podemos aceitar mais isso! Político condenado perde o mandato automaticamente. Tem um Deputado e um Senador condenado e estão trabalhando no Congresso. Vergonha STF! Vergonha!

Ler 18 comentários