ACESSE

Conselho de Ética aprova suspensão do deputado Boca Aberta por 6 meses

Telegram

O Conselho de Ética da Câmara aprovou há pouco a suspensão por seis meses do mandato do deputado Boca Aberto (PROS-PR) por quebra de decoro parlamentar.

Segundo acusação do Ministério Público, em março, Boca Aberta flagrou um médico dormindo durante o plantão na UPA do Jataizinho, região metropolitana de Londrina, e começou um tumulto, constrangendo médicos, outros profissionais de saúde e os guardas municipais na unidade. O deputado filmou a situação e expôs os funcionários nas redes sociais.

A princípio, Alexandre Leite (DEM-SP) havia apresentado parecer pela cassação do mandato de Boca Aberto. O relator, no entanto, concordou com parlamentares e apresentou um voto complementar, sugerindo a suspensão por seis meses.

O deputado tem cinco dias para recorrer da decisão na CCJ. A decisão precisa ser aprovada pelo plenário da Câmara.

A delação que pode começar a revelar as entranhas do Judiciário. Saiba tudo

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 48 comentários