Conselho de Ética do PSL se reúne amanhã para decidir sobre expulsão de bolsonaristas

Conselho de Ética do PSL se reúne amanhã para decidir sobre expulsão de bolsonaristas
Foto: Reprodução/Redes sociais

A executiva nacional do PSL acatou há pouco, por unanimidade, representações apresentadas pelo deputado Júnior Bozzella contra colegas que declararam apoio a Arthur Lira (Progressistas) na disputa pela presidência da Câmara.

Os casos serão analisados amanhã pelo conselho de ética do partido, que poderá decidir pela expulsão.

“Não expulsá-los é passar atestado de boa conduta para quem é infrator. Essa é a minha opinião. Acredito que, pelo fato de as representações terem sido acatadas por unanimidade pela executiva, a expulsão é uma tendência natural. São deputados reincidentes”, disse ele a O Antagonista.

A representação envolve 20 dos 32 deputados da legenda que assinaram uma lista tentando tirar o PSL do bloco de Baleia Rossi (MDB), adversário de Lira.

Os 20 representados são: Alê Silva, Aline Sleutjes, Bia Kicis, Bibo Nunes, Carla Zambelli, Carlos Jordy, Caroline de Toni, Chris Tonietto, Coronel Tadeu, Daniel Silveira, Eduardo Bolsonaro, Filipe Barros, General Girão, Guiga Peixoto, Hélio Lopes, Junio Amaral, Major Fabiana, Márcio Labre, Sanderson e Vitor Hugo.

Leia mais: Crusoé procurou psicólogos e psiquiatras para entender o comportamento do presidente à luz dessas ciências
Mais notícias
TOPO