Conselho de Ética instaura processo para cassar Meurer

O Conselho de Ética da Câmara instaurou hoje o processo disciplinar para a cassação do mandato de Nelson Meurer, do PP paranaense, informa o G1.

Meurer foi o primeiro parlamentar condenado no STF por envolvimento nas irregularidades investigadas pela Operação Lava Jato, iniciada em 2014.

Em maio deste ano, a Segunda Turma do Supremo condenou o deputado a 13 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado, além de multa de cerca de R$ 265 mil.

O G1 lembra que o processo no conselho da Câmara começou às vésperas do recesso parlamentar e pode ser afetado pela falta de quórum em ano eleitoral.

Se não houver nenhuma decisão sobre o caso de Meurer até dezembro, o processo será arquivado no fim de janeiro, já que a legislatura será encerrada.

Renan Calheiros: será que ele vai retomar o poder no Senado? Leia aqui

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. TRIBUTO A MODESTO CARVALHOSA disse:

    TRIBUTO AO DR. MODESTO CARVALHOSA. DR MODESTO CARVALHOSA TEVE A CORAGEM DE DIZER AQUILO QUE TODO BRASILEIRO HONESTO TERIA VONTADE DE DIZER: "GILMAR MENDES É UM MARGINAL." https://www.facebook.com/modestocarvalhosa/

Ler comentários
  1. Renatão Coronel de Bocas disse:

    É Peixe porém, peixe pequeno. O que importa é pegar os graúdos. Estes, por enquanto, estão sendo protegidos pelo STF mas, acredito que com Bolsonaro caiam na rede também!