Urgente: Conselho Federal de Medicina pede fim de aplicativo que sugere cloroquina

Urgente: Conselho Federal de Medicina pede fim de aplicativo que sugere cloroquina
Divulgação/Ministério da Saúde

O Conselho Federal de Medicina pediu ao Ministério da Saúde a retirada imediata do aplicativo TrateCov, que recomenda a médicos prescrever cloroquina, ivermectina e azitromicina para pacientes com sintomas de Covid-19.

Para a entidade, o aplicativo não preserva o sigilo das informações, permite uso pessoas que não são médicos e valida drogas sem reconhecimento científico.

Como mostramos ontem, até bebês com diarreia podem receber sugestão de uso dos medicamentos.

Leia a íntegra da nota:

“ESCLARECIMENTO À IMPRENSA

Após análise feita por conselheiros e assessores técnicos e jurídicos sobre o aplicativo TrateCov, recém lançado para auxiliar as equipes na coleta de sintomas e sinais de pacientes possivelmente infectados pela covid-19, o Conselho Federal de Medicina (CFM) alertou ao Ministério da Saúde sobre as seguintes inconsistências na ferramenta:

• Não preserva adequadamente o sigilo das informações;

• Permite seu preenchimento por profissionais não médicos;

• Assegura a validação científica a drogas que não contam com esse reconhecimento internacional;

• Induz à automedicação e à interferência na autonomia dos médicos;

• Não deixa claro, em nenhum momento, a finalidade do uso dos dados preenchidos pelos médicos assistentes.

Diante do exposto, o CFM pediu ao Ministério da Saúde a retirada imediata do ar do aplicativo TrateCov.

Brasília, 21 de janeiro de 2021.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA”

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
Mais lidas
  1. "Lockdown imediato, nacional, de 21 dias"

  2. "O BOBO DA CORTE"

  3. Só o Peru é pior

  4. Magazine Dilma

  5. Nunca morreu tanta gente

Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 62 comentários
TOPO