ACESSE

Consulado-Geral do Brasil no México dificulta repatriação, dizem servidores em carta

Telegram

A Veja teve acesso a uma carta enviada, na semana passada, por cinco vice-cônsules do Consulado-Geral do Brasil no México – são oficiais e assistentes de chancelaria – com críticas a embaixadora Wanja Campos da Nóbrega.

Cópias foram enviadas às principais autoridades do Itamaraty, à Corregedoria e também ao sindicato dos servidores.

No texto, “eles se queixam do comportamento da embaixadora, a acusam de não se empenhar no atendimento e dificultar a repatriação de brasileiros que estão naquele país e tentam voltar ao Brasil por conta do coronavírus”.

“A maioria já está sem condições financeiras de pagar sequer alojamento e comida. Muitos com crianças e sem condições de retornar ao Brasil”, escrevem os servidores, sobre brasileiros ainda não repatriados.

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 12 comentários