CONTA DE LULA E CONTA DE DILMA

Em seu depoimento ao TSE, Marcelo Odebrecht explicou que a empreiteira tinha duas contas correntes em nome de Lula e Dilma Rousseff.

A primeira conta corrente, chamada Italiano, era administrada por Antonio Palocci.

Ela recebeu da empreiteira um depósito inicial de 200 milhões de reais e seus favorecidos eram Lula, Antonio Palocci e Guido Mantega.

Entre 2008 a 2014, Lula e Antonio Palocci sacaram 133 milhões de reais dessa conta.

Guido Mantega não sacou nada – os 50 milhões de reais da propina da MP 470, arrecadados em 2009, foram gastos apenas na campanha de 2014.

A segunda conta corrente, chamada Pós-Italiano, foi criada em 2011 e era administrada por Guido Mantega, por ordem de Dilma Rousseff.

Ela recebeu um depósito inicial de 123 milhões de reais, 100 dos quais da Braskem.

Em 31/03/2014, 16 milhões de reais já haviam sido descontados para pagar o marqueteiro de Dilma Rousseff.

Veja aqui:

E aqui:

E aqui:

Faça o primeiro comentário