Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Contarato, sobre 'pegadinha' de Mendonça na sabatina: "Não quero crer"

O agora ministro do STF se disse defensor do casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas evangélicos afirmaram que a resposta foi 'treinada'
Contarato, sobre pegadinha de Mendonça na sabatina: “Não quero crer”
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Durante a sessão de ontem da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, André Mendonça, que viria a ser aprovado horas depois para uma vaga no STF, se disse defensor do “direito constitucional do casamento civil das pessoas do mesmo sexo”.

Como noticiamos, o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), ligado ao pastor Silas Malafaia, afirmou a O Antagonista que o agora ministro não caiu em contradição, porque a resposta foi “treinada”.

“Tecnicamente a resposta dele está impecável. Não existe esse direito constitucional. A resposta dele é tecnicamente perfeita. Eu vou na letra do que ele respondeu e vou na Constituição. Se a Constituição não garante isso, isso [casamento entre pessoas do mesmo sexo] não existe. Ele foi muito bem treinado para uma pergunta difícil como essa.”

O senador Fabiano Contarato (foto), da Rede do Espírito Santo, autor da pergunta que levou Mendonça a se posicionar sobre o assunto, afirmou a este site que não quer crer em “pegadinha”.

“Não quero crer que alguém que ocupará um cargo na Suprema Corte tenha pretendido aplicar pegadinha no Senado da República. Quero crer que se trate de mera cortina de fumaça de representantes da chamada bancada evangélica, para minimizar o compromisso público que o ministro André Mendonça assumiu com os direitos de minorias, especialmente com a comunidade LGBTQIA+.”

Leia também: André Mendonça fará jurisprudência com ou sem topete?

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....