Contra o aumento do STF

O advogado Rodrigo Nóbrega impetrou uma ação popular na Justiça Federal do Distrito Federal contra o aumento do salário dos ministros do STF.

A ação se baseia na Lei de Responsabilidade Fiscal e já foi distribuída à 16° Vara Federal, que deve apreciar o pedido em caráter liminar.

A bomba-relógio que vai estourar no colo de Jair Bolsonaro. E no seu

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 44 comentários
    1. Isso mesmo,qual juiz vai ter decência de dar ganho de causa contra si próprio.Essa gente tem discurso bonito mas querem mesmo é que o povo se exploda.

  1. Ótimo,espero novas ações contra este deboche imposta a sociedade Brasileira.São verdadeiros insanos e criminosos.Pessoas morrendo por falta de serviços básicos e eles pouco se tocam

  2. Senhores, após a votação canalha dos senadores aprovando o aumento do STF, há alguma possibilidade jurídica e ou política para frear essa insanidade? Kd o MBL, Vem p Rua? Joyce, Kataguiri?

  3. Leitores há uma petição no change.org. #AumentoNão. A iniciativa é do Partido Novo. Além da assinatura, eles convidam a todos para um tuitaço às 21 horas com a # citada. Vamos colaborar.

  4. Calma gente, o maior aumento da elite do funcionalismo ainda estar por vir. Será quando o Dr. Paulo Guedes reduzir as alíquotas do IRPF de altos salários. E aí não será só judiciário

    1. Infelizmente está prevista reduced alíquotas para grandes salários. E salários altos pessoa física é basicamente setor público. No privado são lucros, que o Guedes quer tributar.

    2. Isto não vai acontecer. Não está previsto.O que está previsto é diminuição de IR de quem ganha até 5000,00 .

  5. Ele vai ganhar essa ação! Ele vai ganhar essa ação! Ele vai ganhar essa ação! Ele vai ganhar essa ação! Repetir três vezes e depois jogar um prego no telhado após o pôr do sol. Funciona!

  6. Será que aqueles togados que tem até funcionário puxa cadeira não se importam com o sentimento do povo. Que autoridade tem para criticar um presidente eleito com uma pauta contra privilégios.

  7. Taí um cidadão patriótico, esse advogado, pelo menos tenta mostrar as falhas nesse aumento fora de hora! Esperava que o STF mostrasse grandeza e recusasse aumento neste momento, só que não!

  8. Corporativismo!! Não vai adiantar nada! O Judiciário tem que passar por uma autoavaliação! O Brasil precisa do sacrifício de todos e não apenas da população! Chega! Vc abre o jornal e só tem