Contra o voto impresso, Dodge usa livro do IDP de Gilmar

Raquel Dodge, que hoje se manifestou contra a Lei do Voto Impresso, baseou seu parecer nas opiniões de Gilmar Mendes e Néviton Guedes, relator da Operação Zelotes nomeado por Dilma para  o TRF-1.

Gilmar, na ADI 3592, disse que “o voto secreto é inseparável do voto livre”. Guedes, por sua vez, afirmou que o sigilo deve ser garantido “antes e depois” do ato de votar.  O comentário de Guedes está no livro “Comentários à Constituição do Brasil”, coordenado pelo próprio Gilmar Mendes e lançado pelo IDP, seu instituto.

 

Mais notícias
TOPO