Contra os mais poderosos

Sérgio Moro reforçou que a recente decisão do STF contra o sistema de recursos infinitos, apesar de não definir um alvo, inutiliza a principal arma dos criminosos mais poderosos do Brasil.

Leiam o que o juiz federal disse ao Estadão:

“A decisão do Supremo Tribunal Federal, permitindo a prisão para execução da pena após julgamento condenatório por um Tribunal de Apelação, abrange todos os casos criminais, desde os crimes de sangue, aos crimes de organizações criminosas e aos crimes de colarinho branco. É evidente, porém, que, como, em regra, o acesso aos Tribunais Superiores ainda é difícil para pessoas sem elevado poder aquisitivo, o maior impacto da decisão recairá sobre agentes de organizações criminosas ou sobre responsáveis por crimes de colarinho branco.”