Contradições do Planalto sobre Orçamento incomodam base do governo

Telegram

Os sinais conflitantes enviados pelo Planalto com relação aos seus três projetos de lei que regulamentam o Orçamento impositivo estão incomodando a bancada aliada no Congresso, informa Helena Mader na Crusoé.

Ontem (9), nos EUA, Jair Bolsonaro sugeriu que os parlamentares rejeitassem pelo menos uma das propostas, o que reduziria o valor total das emendas impositivas manejadas pelo Legislativo, hoje estimado em R$ 19 bilhões.

Vice-líder do governo, o senador tucano Izalci Lucas afirmou que votará a favor dos projetos e lembrou que, se o governo desistir de alguma das propostas enviadas à Casa, poderá retirar de tramitação.

Leia também: Por que o Congresso pode barrar o corte nos gastos públicos?

O deputado Léo Moraes, líder do Podemos, também se queixou da indefinição. “O próprio presidente da República pode retirar esses PLNs a qualquer momento. Por que não retira e permite que nós trabalhemos aqui, que nós gastemos energia em outras atividades?”

Comentários

  • Rogemon -

    Baderna! Casa da mãe Joana! Central de fake News é de conversa de loucos! É nisso que o Executivo se transformou!

  • Sonia -

    BOLSO SEMPRE EMITINDO SINAIS DÚBIOS .PORQUE ELE NÃO RETIRA SE PODE FAZE LO 🤮🤮

  • Rosalvo -

    JB colocou as PLs como moeda de troca a permanência dos vetos, menso 10Bi pro ralo.. Agora Com os vetos mantidos, JB tenta salvar o que pode...

Ler 16 comentários