ACESSE

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL: BOLSONARO ACABA COM A SABOTAGEM DOS SINDICALISTAS DE TOGA

Telegram

Em edição extra do Diário Oficial da União, publicada ontem, Jair Bolsonaro editou uma Medida Provisória que acaba com as sucessivas tentativas da Justiça do Trabalho de sabotar aquele que é um pilar da Reforma Trabalhista: o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical.

Apesar do que havia sido estabelecido pela reforma, o Tribunal Superior do Trabalho e as as instâncias regionais da Justiça do Trabalho vinham autorizando a obrigatoriedade das contribuições decididas por meio de assembleias coletivas — que de coletivas não tinham nada. Participavam delas apenas os suspeitos de sempre, ligados a partidos políticos.

A partir de agora, fica proibido qualquer desconto de contribuição sindical. Ela não poderá mais ser descontada na folha e só deverá ser paga por meio de boleto bancário desde que o trabalhador integrante de um sindicato queira fazê-lo.

Bolsonaro quebrou as pernas de pau dos sindicalistas de toga e sem toga

Transferir a embaixada de Tel Aviv para Jerusalém. Se você deseja entender melhor a questão, precisa conhecer agora mesmo a posição “politicamente incorreta” do Narloch. Veja aqui!

Comentários

  • EDEVALDO -

    Precisa ser um Dr em hermenêutica para se interpretar o artigo da constituição. Que diz que é livre a associação profissional ou sindical. E em seu inciso V é mais que claro "ninguem" é obri

  • Olavo -

    Tiro certeiro!. Parabéns Bolsonaro.

  • Cidadão -

    A mesma Direita que luta por um feto, comemora a morte de uma criança de sete anos.

Ler 438 comentários