As conversas de Renan com Joesley

A Folha teve acesso a áudios de 2014 que mostram que Renan Calheiros, então presidente do Senado, procurou Joesley Batista para discutir uma nomeação para o Ministério da Agricultura.

A pasta era de alto interesse para a empresa de Joesley, a JBS.

Os áudios são de interceptações telefônicas feitas pela Polícia Federal, cujo alvo era Ricardo Saud, então diretor de relações institucionais da JBS, que fazia a intermediação com o Congresso.

“O arrependimento virá rápido” Acompanhe aqui!

Em um dos telefonemas, Renan e Joesley comemoram juntos a vitória de Dilma Rousseff na eleição de 2014. Em outro, o senador sugere o nome de seu ex-chefe de gabinete Vinícius Lages para ser secretário-executivo da Agricultura.

Em 2017, Joesley e Wesley Batista e mais cinco executivos da JBS afirmaram ter pagado milhões a deputados e senadores em eleições, em troca de vantagens para a empresa.

Renan –que hoje tem grande chance de voltar a presidir o Senado– foi um dos delatados.

Comentários

  • JOSÉ -

    Tudo mui "republicano"...

  • Robot -

    A Folha só e fake quando as notícias são contra a dinastia dos Bolsonaros??? Já dizia Janaína os miminhos são um pt ao contrário.

  • José -

    Os criminosos mais perigosos são aqueles que recebem salários dos cofres públicos e não denunciam esses criminosos! Os homens STF dos Tribunais e demais órgãos do sistema judiciário devem ser p

Ler 40 comentários