ACESSE

Coordenador da campanha de Lula é crítico de Dilma

Telegram

O PT confirmou hoje como coordenador-executivo de uma eventual campanha de Lula em 2018 o economista Marcio Pochmann, crítico da política econômica do governo Dilma Rousseff.

Em entrevista ao Estadão em 2015, ele disse que a então presidente precisaria de uma política de longo prazo para governar e recuperar o crescimento.

Na ocasião, Pochmann previu o óbvio — que o país estava à beira da maior recessão da história — e apontou os erros de Dilma:

“[Ela] Levou uma política anticíclica por muito tempo. Abusamos das desonerações, das isenções fiscais. Nos equivocamos nas decisões de concessão. Para instalar um ciclo de crescimento é preciso tomar decisões muito mais rápidas em relação às parcerias. O governo demorou e quando tomou a decisão já tinha um quadro completamente diferente.

(…) A presidente Dilma tem uma forma própria de conduzir o governo, com um núcleo pequeno e pouco diálogo. Há uma reclamação do Legislativo. Também há reclamações de movimentos sociais. A crise exige outro perfil: de diálogo, atenção, escuta. Talvez trocando o núcleo do governo, com outros ministros, possa ter uma postura diferente.”

O repórter perguntou se Dilma havia mentido em sua campanha à reeleição.

“Não. Ela mudou a estratégia. Desde 2013, vinha com medidas graduais. Não sei se ela foi convencida ou convenceu-se de que as ações de gradualismo teriam se esgotado e adotou a estratégia de choque.”

Lula não tem nada a ver com Dilma, não é, Pochman?

Comentários

  • O -

    essa tal de dilma ajudou e muito a embarangar o estilo cultural do Brasil: só com Ministro ruim que dói, da Cultura e da Educação. O tal de Haddad, quando foi Ministro da Educação, tentou até criar um tal de "kit" educativo. O kit gay. Isso é puro petismo. A tal de Anitta, também (é um produto do petralhismo). O PT é uma decadência! É favelada. Só isso. Sem talento. Se vê pela letrinha acima. rsrsrs E isso é conseqüência do analfabetismo musical. Da era Lula e Dilma, lógico!

  • José -

    Não precisava ser economista para ter percebido que a pseudo economista Dilma estava levando o Brasil para um poço sem fundo.

  • -

    O nefasto é da Unicamp. Candidato derrotado a prefeito de Campinas. Dizer que a Dilma não mentiu na campanha e que foi mudança de estratégia é conversa mole pra boi dormir.

Ler 12 comentários