ACESSE

Coronel entrou em Angra 3 por influência política sobre Othon

Telegram

Na ordem de prisão de Michel Temer, Marcelo Bretas relata que o coronel João Baptista Lima Filho só conseguiu se associar ao consórcio que realizou as obras de Angra 3 por influência política sobre o ex-presidente da Eletronuclar Othon Pinheiro.

“Como afirma o colaborador José Antunes Sobrinho, a ARGEPLAN não possuía qualificação técnica suficiente para participar do referido processo licitatório, pois sua atuação empresarial limitava-se a obras de arquitetura em geral, como estações de metrô, e não tinha em seu quadro de pessoal nenhum profissional com expertise em projetos da área nuclear.”

Suspeitas em torno de Temer vêm de longa data. CONFIRA

Comentários

  • marzia -

    Ou seja, além de desvio do dinheiro público, iriam por em perigo a população com uma usina nuclear sendo feita por gente inapta para o trabalho.

  • Zelia -

    Agora entendo o PITI do césar maia... Ele tem bom olfato e sentiu pelo faro que o sogro ia em cana. Por isso estava querendo morder o calcanhar de MORO...Os caras roubaram mais de bilhão.Assassinos!

  • AMAURI -

    Estações de metrô! Hummmmm! Aí também tem!!!!!!!!

Ler 12 comentários