Corregedor do CNMP arquiva representação de Renan contra Deltan e Thamea

O corregedor do CNMP, Rinaldo Reis Lima, arquivou uma representação feita por Renan Calheiros (MDB-AL) contra os procuradores Deltan Dallagnol e Thamea Danelon.

Renan acusava os integrantes da Lava Jato de falta funcional por eles terem trabalhado na redação de um pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes, protocolado pelo advogado Modesto Carvalhosa.

Para o corregedor do CNMP, entretanto, as provas apresentadas não são idôneas para dar início a um processo disciplinar. O senador apresentou à Corregedoria cópias das mensagens roubadas e vazadas dos procuradores.

“Desde logo, calha deixar claro: inexiste, sequer, certeza da existência das supostas mensagens veiculadas pelo sítio The Intercept, ignorando-se a forma da sua obtenção. Igualmente, inexiste certeza de que o conteúdo das supostas mensagens não foi adulterado e, assim, corresponda, com fidedignidade, às conversas a que elas fazem referência”, escreveu Rinaldo Reis, na decisão.

Deltan e Thamea foram defendidos no caso pelos advogados Marcelo Knopfelmacher e Felipe Locke Cavalcanti.

 

Leia mais: O TROFÉU DOS INIMIGOS DA LAVA JATO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários
TOPO