Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Corregedor do MP abre apuração sobre crítica de Deltan a Toffoli

O corregedor nacional do Ministério Público, Rinaldo Lima, decidiu abrir nesta quarta (22) uma reclamação disciplinar para apurar a conduta de Deltan Dallagnol.

O motivo são as críticas feitas pelo chefe da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba à decisão de Dias Toffoli que, ontem (21), suspendeu a operação de busca e apreensão no gabinete de José Serra no Senado.

Em sua conta no Twitter, Deltan disse que a decisão do presidente do STF era “muito equivocada” e a considerou uma “solução casuísta, que está equivocada juridicamente”.

“Se a moda pega, o mesmo argumento de Toffoli poderia ser utilizado contra buscas e apreensões em quaisquer lugares, pelo risco de prejuízo à atividade empresarial, judicial, advocatícia, ministerial etc., dignas de igual proteção, o que inviabilizaria a apuração de crimes”, escreveu o procurador.

O coordenador da Lava Jato em Curitiba finalizou a sequência de tuítes dizendo que a ação de Toffoli “tem por efeito dificultar a investigação de poderosos contra quem pesam evidências de crimes”.

Leia o despacho do corregedor do CNMP:

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO