Corregedor escuta de deputados que Moraes "deu tiro no pé"

Corregedor escuta de deputados que Moraes “deu tiro no pé”
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O telefone do corregedor da Câmara, deputado Paulo Bengtson (PTB), não para de tocar desde ontem à noite, embora a decisão de pautar em plenário a decisão de manter ou não a prisão do colega bolsonarista Daniel Silveira não passe por ele.

Quem delibera sobre o assunto é exclusivamente o presidente da Câmara, Arthur Lira, que leva o caso ao plenário, sem necessidade de parecer da Corregedoria.

Deputados, porém, têm entrado em contato com Bengtson para dizer, por exemplo, que Alexandre de Moraes “deu tiro no pé”.

Um dos deputados argumentou assim:

“Acho que ele [Daniel Silveira] exagerou nas palavras, mas todo mundo fala mal e bate em político. Parece que só sobre o Supremo ninguém pode falar nada.”

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO