Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Corregedoria da PGR apura relação da Lava Jato com autoridades estrangeiras

Corregedoria da PGR apura relação da Lava Jato com autoridades estrangeiras
Foto: Divulgação

A corregedora-geral do MPF, Elizeta de Paiva Ramos, determinou a abertura de uma sindicância para apurar supostas irregularidades nas tratativas da força-tarefa da Lava Jato com autoridades de outros países.

Elizeta disse que há uma “razoável dúvida” sobre os métodos adotados pelos procuradores, porque eles deram informações divergentes das apresentadas pelos advogados de Lula.

O ex-presidiário acusa a força-tarefa de ter realizado trocas irregulares de informações com autoridades dos Estados Unidos e da Suíça durante as tratativas do acordo de leniência da empreiteira Odebrecht.

“Um urgente aprofundamento da questão ora se impõe, em especial para se averiguar o estrito cumprimento das regras gerais relativas a tratativas e negociações internacionais, se acaso ocorridas, por parte dos membros integrantes da força-tarefa Lava-Jato.”

A procuradora regional Raquel Branquinho foi designada para cuidar da sindicância. Ela foi responsável pela Lava Jato na PGR durante a gestão de Raquel Dodge.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO