Costa será ouvido sobre Collor

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa será ouvido por videoconferência no início de agosto como testemunha de acusação em ação que investiga o senador Fernando Collor de Melo (PTC-AL) pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e comando de organização criminosa, informa Matheus Leitão no G1.

Collor é suspeito de pedir e receber, entre os anos de 2010 e 2014, mais de R$ 30 milhões em três negócios envolvendo a BR Distribuidora, que tinha dois diretores indicados pelo senador na época em que os crimes teriam sido cometidos.

Também são investigados Pedro Paulo Bergamashi, considerado operador do senador, e Luís Pereira Duarte, apontado como recebedor de propina para Collor.

Os advogados de Paulo Roberto Costa pediram à Justiça na semana passada que outro depoimento, no qual ele é testemunha de defesa de executivos de um grupo de engenharia, também seja dado por videoconferência, por causa da “grave dificuldade econômica em que toda a família se encontra”.

CORRUPÇÃO: POR QUE ESTAMOS COLOCANDO BAND-AID EM CIMA DO CÂNCER SAIBA MAIS AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Miguelito da Ressonância disse:

    Lembrando que PC Farias suicidou-se...

Ler comentários
  1. DIFICULDADE ECONÔMICA ??? disse:

    ESSE IMBECÍL É ACIMA DE TUDO, MUITO DEBOCHADO !!!

  2. E ainda votam neste canalha!!! disse:

    Por décads tanta canalhices desse Color gastador do dinheiro dos pobresm continúas aí livre .

  3. Claudio G. de Oliveira disse:

    "Grave dificuldade financeira da família” é uma piada! Um ladrão que recebeu milhões de dólares em propina, deixou toda a grana no banco para a justiça "bloquear"? Ridículo. E, aliás, com que dinheiro ele paga seus "adevogados" espertalhões? Cadê a Receita Federal? Inacreditável!

  4. Bolsonaro é Mourão ordem na nação disse:

    SUSPEITO ? Um ladrão até virado do avesso . Suspeito ?

  5. Flavinha disse:

    Entendam porque marco aurelio mello usa delicadas sapatilhas para bailar em assuntos de lava jato. Collor e ele são parentes.

  6. Isabel R disse:

    Não adiantam processos e condenações. O canalha, personificado pelo PRC, continuará canalha.