Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Cotado para o STF, presidente do STJ diz ser 'terrivelmente pecador'

'Eu olho para a cruz e peço a Deus que perdoe meus pecados', disse Humberto Martins, ao ser questionado por jornalistas se era 'terrivelmente evangélico'
Cotado para o STF, presidente do STJ diz ser terrivelmente pecador
Foto: Divulgação

Presente à cerimônia em que Jair Bolsonaro sancionou a criação do TRF-6 nesta quarta-feira (20), o presidente do STJ, Humberto Martins, disse ser evangélico e “terrivelmente pecador”, registra o site Metrópoles.

Martins, que preside o STJ desde agosto de 2020 e está na corte desde 2006, quando foi nomeado por Lula, costuma ser citado como opção para a vaga aberta no STF —indicado em 13 de julho, o nome de André Mendonça está parado na CCJ do Senado porque seu presidente, Davi Alcolumbre, recusa-se a pautar a votação.

Após participar do evento de hoje, o presidente do STJ foi questionado por jornalistas se seria “terrivelmente evangélico”, característica que Jair Bolsonaro disse buscar para sua indicação.

“Eu sou evangélico, mas com certeza eu sou terrivelmente pecador, porque eu olho para a cruz e peço a Deus que perdoe meus pecados”, respondeu Martins.

“No momento em que eu digo que sou terrivelmente evangélico, se eu fosse realmente terrivelmente, eu não seria terrivelmente evangélico: eu seria fervorosamente evangélico, porque o evangélico é maravilhoso”, acrescentou.

Mais notícias
TOPO