ACESSE

Covas facilita isenção de IPTU a templos religiosos

Telegram

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, baixou uma resolução que deve acelerar a análise de pedidos de templos religiosos para a isenção de IPTU, publica a Folha.

A medida, que entra em vigor em 1º de fevereiro, atende a templos que usam imóveis alugados. As igrejas evangélicas deverão ser as maiores beneficiadas.

“Com a mudança, a aprovação de pedidos será automática, via internet, bastando que os documentos estejam adequados às regras.”

Carluxo vai levar? Saiba mais

Comentários

  • Sueli -

    Demagogo e populista! Deveria haver uma lei que proibisse esse tipo de privilégio. Enquanto isso, o cretino vai aumentar o IPTU do restante da população.

  • Manoel -

    Isso significa mais voto, esse país não tem jeito

  • Orlando -

    Se depender de Bolsonaro, quaisquer despesas como taxas, serviços e impostos federais que incidam sobre templos religiosos também serão isentas de pagamento.

Ler 94 comentários