ACESSE

Covid-19: 1,3 milhão de paulistanos já foram infectados, diz estudo

Telegram

A prefeitura de São Paulo divulgou hoje mais uma etapa do inquérito sorológico sobre a Covid-19, que aponta que cerca de 1,32 milhão de paulistanos já tiveram contato com o novo coronavírus. É um número sete vezes maior do que o oficial.

Ainda de acordo com a pesquisa, a estimativa é a de que a taxa de prevalência da doença na capital paulista seja de 11,1%.

Na fase anterior do inquérito sorológico, o estudo havia indicado que 1,2 milhão de pessoas haviam sido infectadas na cidade. No fim de junho, a estimativa era de 1 milhão de infectados.

A pesquisa teve início no dia 10 de junho e estima, por amostragem, quantas pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus em São Paulo. Ao todo, serão nove etapas do inquérito sorológico.

A zona sul da capital é a região da cidade com a maior concentração de casos (16,1% de prevalência), seguida pela zona leste (13,3%).

“O vírus está jogando luz sobre a desigualdade que nós temos na cidade de São Paulo. É quatro vezes maior a incidência de coronavírus na classe D do que quem é da classe A, ou seja, quem é mais pobre tem mais chance de pegar o vírus. É quase o dobro a incidência do vírus sobre quem tem somente o ensino fundamental do que quem tem ensino superior”, disse o prefeito Bruno Covas.

Os dados oficiais disponíveis até o momento registram 182 mil casos confirmados da Covid-19 na cidade.

Com a reabertura “calibrada”, o quadro vai ficar ainda melhor…

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 11 comentários