ACESSE

Covid-19: Butantan diz ser possível registrar vacina em outubro

Telegram

Em audiência pública virtual promovida pela Câmara, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou ser possível ter uma vacina contra a Covid-19 pronta para registro em outubro e aplicável a partir de janeiro.

Em junho, o instituto ligado ao governo paulista firmou parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac para produção e testes de uma vacina. O imunizador está sendo testado em 9.000 voluntários de seis estados, sob a coordenação do Butantan.

Se a vacina for clinicamente bem-sucedida, o instituto a submeterá para registro na Anvisa. Uma vez aprovada pela agência, ela poderá ser distribuída para o SUS por meio do governo federal.

“Poderemos ter [a vacina] a partir agora de outubro. O processo de preparo para a formulação e o envase já se iniciou. Todos os processos de controle de qualidade e validação já se iniciaram”, afirmou Covas durante a audiência.

“A grande pergunta é se estará registrada e aprovada pelo estudo clínico e poderá ser utilizada. Sou muito otimista. Acho que um prazo razoável seria janeiro de 2021, dado o desempenho até o presente momento”, acrescentou o diretor do Butantan.

Leia mais: O erro dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários