Covid-19: carta de médicos contra vacina inclui nomes sem autorização

Covid-19: carta de médicos contra vacina inclui nomes sem autorização
Foto: Fotoblend/Pixabay

Médicos e especialistas da linha de frente do combate ao novo coronavírus se surpreenderam na manhã desta quarta (28) ao se depararem com seus nomes em uma carta contrária à obrigatoriedade da vacina contra a Covid-19, informam Cláudia Collucci e Ana Bottallo na Folha.

Pelo menos 9 dos 133 signatários da carta, endereçada aos presidentes da Câmara, do Senado e do STF, disseram não ter assinado a petição nem dado consentimento para a inclusão de seus nomes.

Entre os especialistas incluídos à revelia estão os infectologistas Esper Kallás e Renato Kfouri, a epidemiologista Rosana Richtmann, os virologistas Paolo Zanotto e Ricardo Galler e Jorge Kalil, diretor do laboratório de imunologia do Incor.

“Não assinei e nem concordo com ela [a petição]! Denuncio o uso indevido do meu nome. Nunca concordei com o uso político da ciência! Não admito que usem o meu nome com este fim!”, escreveu Kalil.

Para Kallás, “a utilização de nomes de pessoas para tentar dar respaldo a afirmações que não se sustentam é condenável, antiética e mostra o despreparo das pessoas que construíram esse documento”.

Para Rosana Richtmann, que disse cogitar uma denúncia formal ao Cremesp, a discussão em torno da obrigatoriedade está fora de hora e foca em uma vacina que ainda não é real. “Temos é que correr com o estudo clínico, fazer uma coisa segura e séria. Não faz sentido esse desgaste agora.”

Apontada como organizadora da lista, a psiquiatra do Rio Grande do Sul Akemi Scarlet Shiba alegou ter se confundido na hora de compilar os nomes e disse que o “mal-entendido” já foi resolvido.

Leia mais: Vacina boa é a que funciona e ponto final.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 99 comentários
TOPO