ACESSE

Covid-19: grupo invade hospital no Rio, chuta portas de leitos e atira computadores no chão

Telegram

Um grupo formado por pelo menos seis pessoas entrou no hospital municipal Ronaldo Gazolla, unidade de referência no tratamento da Covid-19 no Rio de Janeiro, e invadiu alas restritas a médicos e pacientes na tarde desta sexta-feira (12), relata O Globo.

Segundo relatos de profissionais, uma mulher integrante do grupo, muito alterada, teria chutado portas, derrubado computadores e até tentado entrar nos espaços dos leitos de pacientes internados.

Fontes disseram ao jornal carioca que as pessoas seriam parentes de um paciente que morreu por Covid-19 no hospital. Gritavam que tinham o direito de verificar os leitos, para ver se estavam mesmo ocupados, e por vezes também exclamavam: “Mentira! Mentira!”.

Sempre de acordo com testemunhas, uma enfermeira que cuidava de uma paciente idosa precisou usar uma cadeira e forçar a porta para conseguir impedir que uma das pessoas invadisse o quarto. A confusão só terminou quando guardas municipais retiraram o grupo.

Está satisfeito, Jair Bolsonaro?

Leia mais: Brasil precisa dos DADOS REAIS sobre a Covid-19

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 169 comentários