Covid-19: Kalil ameaça novo fechamento total em Belo Horizonte

Covid-19: Kalil ameaça novo fechamento total em Belo Horizonte
Foto: Rodrigo Clemente/PBH

Dez dias depois de ser reeleito prefeito no primeiro turno, Alexandre Kalil advertiu nesta quarta-feira, 25, que há a possibilidade de novo fechamento de Belo Horizonte para conter uma eventual segunda onda de casos do novo coronavírus.

Ao mesmo tempo, porém, Kalil disse que vai atender ao pedido de representantes de lojistas e autorizar o funcionamento do setor por três domingos para as compras de fim de ano.

Segundo dados da prefeitura reproduzidos pelo Estadão, entre 3 de novembro e ontem, 24, a ocupação dos leitos de UTI para pacientes com Covid-19 na capital mineira passou de 30,4% para 40,4%.

O prefeito afirmou que o funcionamento irregular de bares e festas pelas cidade é o responsável pelo aumento das contaminações, no que chamou de “irresponsabilidade, relaxamento, falta de empatia e ignorância”.

E disse que pode prender quem desrespeitar as regras do isolamento: “Temos autoridade, segundo informou a PM, pra prender os irresponsáveis, além de fechar os estabelecimentos. A notificação e a ‘multinha’ acabaram. Agora nós vamos lacrar estabelecimento”.

Leia mais: A melhor vacina contra a desinformação é assinar o Antagonista +.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 23 comentários
TOPO