Covid-19: secretários defendem que Ministério da Saúde adquira todas as vacinas

Covid-19: secretários defendem que Ministério da Saúde adquira todas as vacinas
Foto: Gustavo Fring/Pexels

Em nota conjunta, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde defenderam que o Plano Nacional de Imunizações incorpore todas as vacinas com eficácia e segurança reconhecidas contra a Covid-19.

“O recrudescimento da pandemia da Covid-19, no mundo e no Brasil, aponta para um cenário de insuficiência de doses para a vacinação de todas as populações, fazendo com que restrições ao número de fornecedores causem atrasos no acesso à vacina para grupos prioritários de risco”, diz trecho da nota.

As entidades pedem ainda que as decisões sobre a imunização “não sejam pautadas por questões alheias aos interesses do país”.

“A falta da coordenação nacional, a eventual adoção de diferentes cronogramas e grupos prioritários para a vacinação nos diversos Estados são preocupantes, pois gerariam iniquidade entre os cidadãos das unidades da federação, além de dificultar as ações nacionais de comunicação e a organização da farmacovigilância, que será fundamental com uma nova vacina”.

O cronograma apresentado na última terça-feira pelo Ministério da Saúde prevê o início da vacinação em março de 2021.

 

Mais lidas
  1. PDT acusa Bolsonaro de peculato por compra de leite condensado

  2. O bolsonarista Eduardo Cunha

  3. O Pazuello da Economia

  4. Justiça Federal suspende distribuição da vacina de Oxford em Manaus

  5. ENTREVISTA: Wilson Lima diz que Pazuello ajuda a 'agilizar demandas', mas que 'ainda falta oxigênio'

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 80 comentários
TOPO