Covid-19: taxa de transmissão no Brasil cai para 1,01, diz estudo

A taxa de transmissão de casos da Covid-19 no Brasil caiu de 1,08 para 1,01 — índice de 9 de agosto –, segundo estudo divulgado nesta semana pelo Imperial College do Reino Unido.

Apesar da queda, a taxa de 1,01 deixa o Brasil na lista dos países onde a pandemia é classificada como “estável ou crescendo lentamente”.

Esse número significa que, no país, cada 100 pessoas infectadas pelo novo coronavírus transmitem a doença para outras 101 pessoas –portanto, o número de novos doentes continua crescendo.

Na América do Sul, informa a Agência Brasil, a maioria dos países se encontra nesse mesmo grupo, com exceção do Equador, onde há declínio (0,82), e da Argentina, onde a taxa está em crescimento (1,22).

Com a taxa de transmissão em 1,01, o Imperial College prevê que o Brasil pode ter cerca de 7,4 mil mortes por Covid-19 nos sete dias seguintes da pesquisa, divulgada ontem –ou seja, mantendo a altíssima média de mais de mil mortes registradas por dia.

O número é o maior entre os 69 países pesquisados pela instituição britânica, lista que não inclui os EUA.

Leia mais: Sócios no desastre: a responsabilidade dos governadores na pandemia. Clique aqui para ler mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 16 comentários
TOPO