Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Covid: SP revoga distanciamento mínimo, mas mantém uso de máscaras

Decreto de Ricardo Nunes suspende restrições de ocupação, horário de funcionamento e distanciamento mínimo; máscara seguirá obrigatória até novembro
Covid: SP revoga distanciamento mínimo, mas mantém uso de máscaras
Foto: Afonso Braga/CMSP

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (foto), revogou todas as restrições de ocupação, horário de funcionamento e distanciamento mínimo entre pessoas em estabelecimentos públicos e privados na capital paulista, registra o Agora.

O decreto de Nunes foi publicado no Diário Oficial da cidade nesta quinta, 28.

A maioria das medidas adotadas no início da pandemia de Covid já havia caído, por decisão do governo estadual —o horário de funcionamento do comércio, por exemplo, está liberado desde o início de setembro. O rodízio de alunos nas escolas municipais acabou na última segunda (25), e a partir do dia 1º será permitida a volta das torcidas aos estádios.

O município, porém, manteve a obrigação do uso de máscaras, ao contrário da flexibilização adotada por outras cidades, como Rio de Janeiro e Brasília.

Segundo o prefeito, a cidade manterá a obrigatoriedade da máscara até, pelo menos, 10 de novembro, quando deve sair o resultado de um novo inquérito sorológico.

Mais notícias
TOPO