ACESSE

Covidão no Rio: operação apreendeu R$ 8,5 milhões

Telegram

O Ministério Público do Estado do Rio apreendeu um total de R$ 8,5 milhões durante a Operação Mercadores do Caos, deflagrada nesta sexta-feira, que prendeu o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Edmar Santos. Ou seja, uma quantia bem maior do que a estimada ontem.

Inicialmente, a informação era a de que ao menos R$ 5 milhões foram encontrados num dos imóveis do ex-secretário de Saúde. Depois, a quantia divulgada passou a ser de 6 milhões de reais. Agora, é de 8,5 milhões de reais.

Neste sábado, o MP informou que o montante foi entregue espontaneamente por um dos investigados na operação, mas não explicou qual era a relação do dinheiro com o ex-secretário de Saúde.

O valor apreendido ontem era tão alto que foi necessário recorrer ao empréstimo, junto ao Banco do Brasil, de máquinas de contar cédulas. A contagem só terminou na madrugada deste sábado.

Demitido em maio, Santos é investigado pelo MP-RJ por suspeitas de irregularidades nos contratos para a compra de respiradores e construção de hospitais de campanha, para combater a pandemia de Covid-19.

Ele vai responder por peculato e organização criminosa.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia

Comentários

  • Guilherme -

    Quantos milhares de brasileiros morreram sem assistência médica. A CORRUPCÃO MATA.

  • Paulo -

    E O GOVERNADOR NAO IA, FALAR A JUSTIÇA, SE NADA DEVE, NAO QUER SE DEFENDER, ESTRANHA ATITUDE DE QUEM E INOCENTE, SE DIZ SER, ESCLAREÇA, NAO A LUZ NAS TREVAS.

  • Ana -

    Como os garantistas do Direito acham que a corrupção não é crime capital, o ex-secretário da saúde do RJ e sua corja logo serão postos em liberdade. Corruptos, fiquem tranquilos!

Ler 22 comentários