ACESSE

Covidão no Rio: parte dos R$ 8,5 milhões estava em carro na Barra

Telegram

Como informamos mais cedo, o Ministério Público do Estado do Rio apreendeu um total de R$ 8,5 milhões durante a Operação Mercadores do Caos, deflagrada nesta sexta-feira, que prendeu o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Edmar Santos.

Segundo O Globo, parte do dinheiro entregue por um investigado — cujo nome não foi revelado — estava em um carro estacionado em um endereço na Barra da Tijuca.

Neste sábado, o MP informou que o montante foi entregue espontaneamente pelo investigado na operação, mas não explicou qual era a relação do dinheiro com o ex-secretário de Saúde.

Demitido em maio, Santos é investigado pelo MP-RJ por suspeitas de irregularidades nos contratos para a compra de respiradores e construção de hospitais de campanha, para combater a pandemia de Covid-19.

Leia mais: Comprovação do elo entre a Presidência da República e o gabinete do ódio complica Bolsonaro. Clique e leia

Comentários

  • Antônio -

    Esse é o resultado da gestão Mandetta, deliberadamente deixou a cargo dos Estados e municípios as compras, para dificultar a fiscalização. Parceiro dos corruptos!

  • Maria -

    Que vergonha de ser brasileira, meu Deus!

  • Cri -

    E ainda há aqueles q são contrários aa Lava Jato, inclusive nos altos escalões da Justiça. A porção honesta do povo brasileiro aplaude a Lava Jato e a ações como essa. É preciso combater esse mal.

Ler 18 comentários