Covidão no Rio: STJ mantém prisão do “homem do dinheiro”

O ministro Benedito Gonçalves, do STJ, transformou em preventiva a prisão do empresário José Carlos de Melo.

Ele é um dos investigados na operação Tris in Idem, que levou ao afastamento de Wilson Witzel do governo do Rio de Janeiro

Segundo denúncia do Ministério Público Federal, José Carlos seria o “homem do dinheiro do grupo”. Ex-pró-reitor da Universidade de Iguaçu, ele é apontado como responsável pelos pagamentos de propinas.

Leia mais: TCHAU, TOFFOLI
Mais notícias
TOPO