Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Saiba o que cada um dos sete núcleos temáticos da CPI da Covid irá investigar

Ideia é que a CPI apresente um relatório final até o final do mês de setembro
Saiba o que cada um dos sete núcleos temáticos da CPI da Covid irá investigar
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Para acelerar os trabalhos, a CPI da Covid dividiu em núcleos temáticos as investigações envolvendo omissões do governo federal e denúncias de atos de corrupção no Ministério da Saúde em meio à pandemia.

As investigações foram divididas em sete temas: hospitais federais e Organizações Sociais; contrato da Covaxin; intermediários para compra de vacinas; fake news; contrato do Ministério da Saúde com o VTCLog; ações negacionistas; e defesa de medicamentos sem comprovação científica.

A ideia é que o relatório da CPI seja apresentado para apreciação do colegiado até o fim de setembro. As sessões serão retomadas no início de agosto, após o recesso parlamentar.

Os núcleos temáticos serão formados por titulares e suplentes da CPI e por senadores convidados, como Simone Tebet (MDB) e Eliziane Gama (Cidadania), representantes da bancada feminina.

Leia abaixo como será o trabalho de cada núcleo:

Hospitais federais e Organizações Sociais: núcleo que será comandado pelos senadores Humberto Costa (PT), Eliziane Gama (Cidadania) e Simone Tebet (MDB). Vai apurar desvios de recursos nos hospitais do Rio de Janeiro e uma eventual participação de Flávio Bolsonaro nesses atos;

Contrato da Covaxin: núcleo será comandado pelos senadores Simone Tebet (MDB) e Tasso Jereissati (PSDB) e vai apurar impropriedades no contrato com a Bharat Biotech e Precisa Medicamentos para fornecimento da vacina indiana. A suspeita é a que de houve favorecimento ilícito em favor da Precisa e que os recursos poderiam irrigar o “mensalinho” do PP no Ministério da Saúde;

Intermediários de vacinas: núcleo comandado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede), vice-presidente do colegiado. Ele vai investigar os motivos pelos quais o governo federal estava negociando vacinas com intermediários como a Davati ou a World Brands e se houve indícios do crime de advocacia administrativa em favor de aliados do governo;

Fake news: ramificação da CPI que vai apurar como aliados do governo usaram notícias falsas para sabotar ações contra a pandemia e se houve envolvimento direto do Palácio do Planalto. É o núcleo da CPI que está diretamente ligado à CPMI das Fake News e será comandado pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania), Humberto Costa (PT) e Rogério Carvalho (PT);

Contrato VTCLog: núcleo da CPI que vai investigar o contrato firmado pelo Ministério da Saúde e a empresa VTCLog e eventuais atos de favorecimento ilícito. A suspeita da CPI é que esse contrato tenha ajudado a irrigar o “mensalinho” do PP no Ministério da Saúde. As investigações serão tocadas pelos senadores Eliziane Gama (Cidadania) e Alessandro Vieira (Cidadania);

Ações negacionistas: vai levantar todas as vezes em que Jair Bolsonaro e seus aliados se manifestaram contra a ciência, a consequência desses atos e se isso ocorreu de forma deliberada para favorecer economicamente aliados do governo. Núcleo será comandado por Rogério Carvalho (PT) e Otto Alencar (PSD);

Medicamentos sem comprovação científica: vai apurar por quais motivos Jair Bolsonaro passou a defender remédios ineficazes contra Covid, quais pessoas incentivaram esse comportamento e se empresas aliadas do governo tiveram algum tipo de lucro com esse comportamento. Núcleo terá a participação dos senadores Humberto Costa (PT), Alessandro Vieira (Cidadania) e Eliziane Gama (Cidadania).

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO