Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Carlos Wizard não aparece e CPI pede condução coercitiva do empresário

Além disso, a comissão parlamentar de inquérito também determinou a apreensão do passaporte do empresário
Carlos Wizard não aparece e CPI pede condução coercitiva do empresário
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), vai encaminhar à Justiça o pedido para a condução coercitiva de Carlos Wizard, que deveria depor hoje ao colegiado. Além disso, a CPI também determinou a apreensão do passaporte do empresário

Ontem, o ministro do STF Luís Roberto Barroso concedeu a Carlos Wizard um habeas corpus para que o empresário pudesse ficar em silêncio na comissão quando questionado sobre temas que possam levá-lo a se incriminar.

Hoje pela manhã, ele voltou a pedir para prestar depoimento por videoconferência. A CPI não acatou o novo pedido do empresário, que está nos Estados Unidos.

“O que me espanta é um cidadão procurar um habeas corpus ao STF e ele não aparece. Então para que foi ao Supremo, se ele não vinha? O ministro Barroso tem muitos afazeres dentro do trabalho que ele tem dentro do tribunal. Concede um habeas corpus ao Carlos Wizard, mas o seu Carlos Wizard tem que entender que a Justiça brasileira tem outras coisas a fazer. É uma brincadeira [isso que ele fez]”, disse Aziz.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO