Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

CPI da Covid: Renan avisa que vai pedir o indiciamento de Eduardo Bolsonaro e Carluxo

Documentos que foram enviados à comissão apontam o envolvimento de ambos em um núcleo de divulgação de fake news na pandemia
CPI da Covid: Renan avisa que vai pedir o indiciamento de Eduardo Bolsonaro e Carluxo
Foto: Renan Olaz/CMRJ

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), tem dito a colegas senadores que decidiu incluir os nomes do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) na lista de pedidos de indiciamentos da Comissão Parlamentar de Inquérito.

A “lista de Renan” será apresentada em 19 de outubro, no ato da entrega do relatório final do colegiado.

Segundo apurou O Antagonista, documentos que chegaram à CPI apontam o envolvimento de ambos em um núcleo de divulgação de fake news ao longo da pandemia de Covid. Para Renan, os dois podem ser enquadrados no crime de infração de medida sanitária preventiva. O pedido relacionado a Eduardo será encaminhado à PGR; o de Carluxo, para a Procuradoria-Geral de Justiça do Rio de Janeiro.

Tanto Eduardo quanto Carlos incentivaram tratamentos ineficazes ao longo da pandemia de Covid. Além disso, Renan suspeita que os dois são os chefes das milícias digitais que vem atuando desde o início do governo Jair Bolsonaro.

No relatório, Renan deve apontar que Carluxo era o responsável por dar os comandos para disparo de notícias falsas e que isso era operacionalizado por Eduardo e blogueiros alinhados ao bolsonarismo como Allan dos Santos, dono do Terça-Livre, e Paulo Enéas, do site Crítica Nacional. Allan e Paulo também serão indiciados por Renan.

Mais notícias
TOPO