ACESSE

CPI de Brumadinho em MG pede indiciamento de dirigentes da Vale

Telegram

O relatório final da CPI de Brumadinho da Assembleia Legislativa de Minas Gerais pediu o indiciamento de dirigentes e ex-dirigentes da Vale por homicídio doloso eventual.

O desastre do rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em 25 de janeiro deste ano, deixou 270 mortos.

Entre os indiciados, estão o presidente afastado da Vale, Fábio Schvartsman, o diretor-executivo, Peter Poppinga, e a responsável técnica pela barragem, Cristina Malheiros.

OUTUBRO: O DESMONTE DO BRASIL QUE A LAVA JATO TENTOU CONSTRUIR? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 4 comentários