Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

CPI pede à Receita dados de Fred Wassef e Max da Precisa

Requerimento apresentado por Renan Calheiros previa quebra de sigilos, mas foi retificado para "dados cadastrais e gráficos de relacionamentos"
CPI pede à Receita dados de Fred Wassef e Max da Precisa
Reprodução/Twitter/Metrópoles

No blocão de requerimentos aprovados ontem pela CPI da Covid foi confirmado pedido de Renan Calheiros à Receita Federal para que forneça, em 5 dias, todos os dados cadastrais, inclusive participações societárias nos últimos dez anos e gráficos de relacionamentos, com as respectivas cópias da documentação, de 11 pessoas físicas, entre elas o advogado Frederick Wassef e o empresário Francisco Maximiano, dono da Precisa.

O pedido de Renan prevê ainda todos os registros cadastrais, “incluindo história societária dos últimos dez anos, com a constituição e alterações na composição dos sócios e capitais” das CNPJs ligadas ao empresário.

O requerimento original, apresentado por Renan, previa quebra de sigilos bancário, fiscal, telefônico e telemático dessas pessoas físicas e jurídicas, mas foi retificado após negociação com Omar Aziz, que resistia a colocar o pedido em votação.

Para o presidente da CPI, o pedido do relator não se justificava e criaria uma confusão com a OAB — sem falar que Wassef possui relacionamento antigo com grandes bancas de criminalistas de Brasília.

De última hora, Renan também retirou do pedido o nome do advogado Willer Thomaz (um dos personagens da matéria de capa da Crusoé), que atende a mais de 200 parlamentares.

Leia a íntegra aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO