Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

CPI pretende usar MPF nos estados para pressionar Aras

Na lista de pedidos de indiciamentos, a CPI pretende incluir pessoas com foro privilegiado como o presidente Jair Bolsonaro e o deputado Ricardo Barros
CPI pretende usar MPF nos estados para pressionar Aras
Reprodução/Youtube/CNMP

Após apresentar o relatório final, a CPI da Covid pretende usar as investigações no Ministério Público Federal nos estados para pressionar o procurador-geral da República, Augusto Aras (foto), a adotar providências contra os citados pela Comissão Parlamentar de Inquérito.

Na lista de pedidos de indiciamentos, a CPI pretende incluir pessoas com foro privilegiado como o presidente Jair Bolsonaro e o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR). No caso das pessoas sem foro, como o ex-ministro Eduardo Pazuello, os pedidos de indiciamento serão encaminhados às unidades do Ministério Público Federal nos estados.

Assim, a cúpula da CPI pretende acompanhar essas investigações nos Estados e alertar a Aras sobre apurações de seus auxiliares. Além disso, a comissão também conta com a pressão da opinião pública para pressionar o procurador-geral.

Mais notícias
TOPO