Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

CPI acionará CNJ contra juíza que chamou comissão de “circo”

Como mostramos, Elizabeth Machado Louro ironizou a atuação dos parlamentares durante audiência do caso Henry Borel
CPI acionará CNJ contra juíza que chamou comissão de “circo”
Foto: Pedro França/Agência Senado

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), pediu à advocacia do Senado que seja impetrada uma representação ao Conselho Nacional de Justiça contra a juíza Elizabeth Machado Louro.

Como mostramos mais cedo, a magistrada ironizou a atuação da Comissão Parlamentar de Inquérito durante audiência do caso Henry Borel.

No começo da sessão, houve bate-boca entre o promotor Fábio Vieira e o advogado de Monique Medeiros, Thiago Minagé, que interrompeu o depoimento do delegado Henrique Damasceno, o primeiro a ser ouvido.

Depois da discussão, a juíza afirmou: “Aqui não é CPI. Aqui a gente está para ouvir a testemunha. Isso aqui não vai virar circo!”

“A manifestação dessa magistrada no Rio de Janeiro não é um ato atoa. A única instituição que funcionou nesse Brasil durante a pandemia foi essa Comissão Parlamentar de Inquérito”, disse o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP). “Vou acompanhar esse processo no CNJ. Mas ela precisa ser punida exemplarmente”, complementou o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL).

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO