Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“CPI vai investigar fatos, não pessoas”, diz Randolfe Rodrigues

“CPI vai investigar fatos, não pessoas”, diz Randolfe Rodrigues
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Autor do pedido de instalação da CPI da Covid, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou a O Antagonista que a investigação não terá caráter revanchista. “A CPI vai ter que investigar fatos, não vai investigar pessoas”, disse o parlamentar.

Para o senador, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), agiu corretamente ao apensar o requerimento de Eduardo Girão (Podemos-CE), ampliando o foco da CPI, mas envolvendo fatos conexos à denúncia inicial.

“Isso mantém o foco da CPI. Não vemos nenhum óbice ao fato conexo que levou ao agravamento da pandemia. A CPI vai ter que investigar fatos, não vai investigar pessoas”, disse o senador.

“Atualmente, de cada dez pessoas que morrem por Covid, três são brasileiras. Quais são as circunstâncias por ação ou omissão que nos fizeram chegar a este ponto? E o foco do nosso trabalho deve ser este. Precisamos investigar fatos. A CPI não deve mirar em quem quer que seja. Agora, se durante a apuração dos fatos, chegarmos a alguma responsabilidade objetiva das pessoas, vamos apontar essa responsabilidade”, declarou o parlamentar.

Ainda para Randolfe, a CPI deve começar seu trabalho de forma presencial. Porém, ele acredita que dentro de duas semanas será possível que a investigação avance para o esquema semipresencial.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO