ACESSE

CPMI das Fake News só voltará a funcionar após o fim da pandemia

Telegram

O senador Angelo Coronel (PSD), presidente da CPMI das Fake News no Congresso, perdeu as esperanças de retomar os trabalhos do colegiado no curto prazo.

Desde o início da pandemia, ele tenta, sem sucesso, convencer Davi Alcolumbre a realizar sessões virtuais. Coronel também não conseguiu, ainda, fazer com que a CPMI volte a funcionar a partir da segunda quinzena de agosto, quando o presidente do Senado pretende, aos poucos, reativar as atividades presenciais na Casa.

“A estimativa agora é de voltarmos somente após o fim da pandemia”, disse ele a O Antagonista.

O senador baiano conseguiu, pelo menos, suspender o prazo de contagem da CPMI em 20 de março, logo no início da pandemia. Desde então, as investigações estão paradas, a despeito de uma série de requerimentos que continuam sendo apresentados.

Entre os pedidos pendentes de análise por deputados e senadores, estão os de convocação do vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente da República.

Leia mais: Exclusivo: o refúgio de Carluxo em Brasília

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 4 comentários