Crimes, crimes e mais crimes

No mesmo dia em que Guido Mantega é citado na Zelotes e a imprensa denuncia um rombo clandestino de 250 bilhões de reais nas contas públicas, o Senado faz a leitura do relatório da comissão do impeachment sobre os crimes fiscais de Dilma Rousseff.

Nada disso é casual. Os fatos estão todos ligados.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 8 comentários
  1. “Gravetinho” esperneando . Defender sua tese e convencer os demais, que é o que deveria ser feito, não o fez. Provar a inexistência dos crimes de responsabilidade, também não. Isto ratifica o que estamos cansados de saber : Não há como defender o indefensável.

  2. Narizinho (de plástica), não teve argumento para defender sua tese então repetiu a velha mentira, não cometeu crime,é golpe e ainda de quebra “recitou” um versinho para a presidente. Em tempo: Senadora, a presidente não tem legitimidade para mudar a língua portuguesa

  3. A mais árdua defensora da “presidenta” na comissão do impeachment na verdade está com medo de perder a boquinha nas teta do governo mais corrupto da história do mundo – Apartamentos de luxo podem complicar ainda mais a situação de Gleisi Hoffmann, atolada na Lava-Jato! http://ucho.info/apartamentos-de-luxo-podem-complicar-ainda-mais-a-situacao-de-gleisi-hoffmann-atolada-na-lava-jato