Crise sanitária no Brasil virou ameaça para o mundo, diz CNN americana

Crise sanitária no Brasil virou ameaça para o mundo, diz CNN americana
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O caos sanitário no Brasil foi parar no topo do site da CNN americana. “Sem vacinas, sem liderança, sem luz no fim do túnel. Como o Brasil se tornou uma ameaça global”, diz o título da reportagem que mostra os números trágicos no país.

A crise de Covid-19 no Brasil nunca foi pior. Quase todos os estados brasileiros têm uma taxa de ocupação de UTI de 80% ou mais. Na sexta-feira, 16 dos 26 estados estavam em 90% ou mais, o que significa que os sistemas de saúde entraram em colapso ou estão em risco iminente de entrar.

Nos últimos 10 dias, cerca de um quarto de todas as mortes por Covid no mundo foram registradas no Brasil.”

A reportagem relata ainda a batalha entre o presidente Jair Bolsonaro e os governadores que tentam implementar medidas restritivas para conter a pandemia.

O presidente Jair Bolsonaro, um negacionista da Covid que zombou da eficácia das vacinas, anunciou nesta quinta-feira que entraria com uma ação judicial contra os estados na Suprema Corte do país contra o toque de recolher (…).

Milhões de seus apoiadores seguem seu exemplo, ignorando as regras locais de distanciamento social e uso de máscaras.

Tudo isso por si só já seria preocupante, mas é exacerbado por uma realidade profundamente preocupante – a disseminação das variantes da Covid.”

A reportagem ouviu ainda a bióloga Natália Pasternak sobre a variante P1 do novo coronavírus e sobre como o Brasil acabou virando uma ameaça global.

O fato de a pandemia estar fora de controle no Brasil causou a variante. E vai causar mais variantes. Vai causar mais mutações porque é o que acontece quando você deixa o vírus se replicar livremente”, disse a bióloga.

Imagem: Reprodução

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO