Cristovam e o Nobel a Lula

Cristovam Buarque foi ao Twitter ontem à noite — antes do vazamento de um novo lote de supostas mensagens atribuídas a Sergio Moro — e publicou o seguinte comentário:

Hoje filiado ao Cidadania (ex-PPS), o ex-senador conseguiu juntar no mesmo tuíte as mensagens roubadas da Lava Jato, Amazônia, Jair Bolsonaro, Emmanuel Macron e Angela Merkel — além de um delirante e estapafúrdio Nobel da Paz para o presidiário condenado.

Cristovam, que foi ministro da Educação de Lula (e por ele demitido em 2004), está sem mandato. Em 2018, não conseguiu se reeleger para o Senado Federal.

Corruptos na cadeia: aproveite os últimos dias. Leia mais
Mais lidas
  1. Mensagens de WhatsApp revelam que militares bolsonaristas perderam a chance de comprar vacinas

  2. Bolsonaro contradiz governador do AM e alega que governo não foi informado de falta de oxigênio

  3. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  4. Permita-se fazer como o doutor Nogueira e dizer 'Teu c...'

  5. Huck 2026?

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 198 comentários
TOPO