Cristovam, simples assim

Cristovam Buarque à Coluna do Estadão: “Não tem como não votar pelo impeachment”.